quinta-feira, 12 de maio de 2011

Aumento do cheque sem fundo afeta roubos em SP e RJ

Desde o último trimestre de 2010 a economia brasileira desacelera lentamente. Um indicador disso é o aumento do cheque sem fundo, medido pelo Serasa: de 15,9 cheques devolvidos por milhão de cheques em setembro de 2010 passamos agora para 21,3 cheques devolvidos por milhão em março de 2011.

O gráfico abaixo traz as correlações nos últimos 124 meses entre cheques sem fundo e roubos no RJ e SP. As séries estão diferenciadas em 1 mês para evitar correlações espúrias. Como já falamos neste blog, o cenário macro econômico afeta a criminalidade. Roubos e roubos de veículos desaceleram o processo de queda tanto em SP quanto no RJ desde meados de maio/junho do ano passado. Em São Paulo já temos crescimento, comparado com 2010.

Além de mudanças na gestão, como o esvaziamento das reuniões trimestrais de balanço da criminalidade em SP que duraram de 2003 a 2009, o cenário econômico ajuda a entender as razões da piora.

Arquivo do blog

Follow by Email

Seguidores